Alice in process…

Instead of the question “Who is Alice?” there are now paths leading to what Alice might come to be…

22 May 2016

Alicia, ensueño de maravillas




Video compilado del espectáculo Alicia, ensueño de maravillas. 
Compañía ochojos. 
Dirección Alejandro Bustos. Interprete Tristana Muraro. Asistencia y manipulación de objetos: Natalia Carrot, Rubén Caffieri, Daniel Tur y Jonatan Nastar.

14 May 2016

‘Extremely rare’: A first edition of Alice’s Adventures in Wonderland

thanks to LCSNA


On June 16, Christie’s will be offering one of the 23 known surviving copies of the first edition, if you have two or three million dollars to spare.

Know more HERE



10 May 2016

Alice Through the Looking Glass Wonder Mirror by ASHLEY PINNICK

An AR Photobooth Through the Looking Glass As part of my work with Part IV, 
"I created a number of 2D and 3D assets for an augmented reality photo booth transforming visitors into characters for Disney's upcoming film Alice Through the Looking Glass. We designed the booth, the experience and the technology, improving upon already existing face tracking tech by adding support for real-time dynamic 3D props. Disney gave us a blank slate to work upon, and it was a collaborative effort between both the creative and technical teams to bring this project to realization, as there weren't off-the-shelf solutions for combining 2D facial mapping with head tracking for 3D props with accurate occlusion. "

continue at her site...




6 May 2016

Exposição de chapéus alicedélicos viaja para o Rio de Janeiro


 


Data: Até 15/5/16
O West Shopping fica na Estrada do Mendanha, 555, Campo Grande, RJ 

Segunda a sábado: Das 10h às 22h / Alimentação e Lazer - Das 10h às 23h  / Lojas - Domingos e feriados: Das 13h às 21h /Alimentação e Lazer - Das 11h às 23

Artistas chapeleiros: Adriana Peliano e Fabiana Fukui, Daniel Kini, Eduardo Laurino, Maguy Eltin, Case Lúdico, Eduardo Aiello e Alex de Oliveira, Montageart, Renato Dib, Thais Toschi, alunos de design de moda da Belas Artes.
 

"Elefante Voador: O que achou do resultado final do seu projeto e da exposição como um todo? 

Adriana Peliano: Achei o resultado efervescente. Não só pela criatividade, inteligência e engenhosidade dos artistas envolvidos como também por homenagear a obra de Lewis Carroll no que ela tem de fértil e inspiradora. O chapeleiro é também um artista que vive num outro tempo, com outra lógica, que subverte o conhecido e o lugar comum com enigmas e desafios para a linguagem e o pensamento. Sinto que os chapéus criados para a exposição dialogam e compartilham maravilhas criando um ambiente lúdico e especial para os visitantes. No mundo louco em que vivemos somos chamados por uma loucura afirmativa que movimenta a diferença e a multiplicidade, num elogio à imaginação e à liberdade criativa."

 
"A exposição é uma iniciativa da administradora de shoppings AD. Ao todo, dez personalidades da moda, das artes e do design foram convidadas pela ONG Orientavida para serem os “chapeleiros malucos da vez”."